terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Alugar uma casa na Itália


Morar em um país desconhecido implica em uma série de providências, e uma das mais importantes é decidir onde será a nova casa. Muitas pessoas imigram através do apoio de parentes ou amigos e acabam se estabelecendo ( de mala e cuia) na casa deles, ou através de algum conhecido conseguem dividir um apartamento. No caso de uma família que se transfere a coisa fica um pouco mais complicada, pois existe a necessidade de encontrar uma casa para restabelecer o clima de normalidade depois da mudança. Quando decidimos nos mudar para a Itália em 2006, tínhamos alguns conhecidos por aqui, mas não queríamos incomodar ninguém. Reservamos um quarto em um residence no Centro Histórico de Perugia, e foi uma boa solução, pois, apesar de ser bem pequeno, tinha cozinha, o que já nos permitia fazer as refeições em casa. Foi um detalhe importante porque nós moramos ali por quase dois meses antes de encontrarmos um apartamento. Para fazer a comparação, fazendo um pacote mensal, pagamos 600 euros por mês, e a diária para um casal no mesmo hotel (quartos normais sem cozinha) era de 80 euros.Para fazer turismo não tem nada melhor do que um belo quarto de hotel com café da manhã e comer fora todo dia, mas quando se está de mudança o foco é outro. Outro ponto positivo foi a localização que era bem central, o que é muito importante no início, pois nas primeiras semanas se deve fazer muitas visitas aos escritórios públicos para regularizar a situação. O centro também oferece muitas opções de mercados e farmácias e é onde estão concentradas as agências imobiliárias.
Agente imobiliário italiano...nós conhecemos vários e já estávamos um pouco aflitos, pois na Itália as coisas funcionam muito por indicação, e se a pessoa é um ilustre desconhecido, sem referências, as coisas emperram bastante. Ter já um emprego ajuda, mas no nosso caso, não tínhamos, então o jeito foi oferecer uma garantia em dinheiro. Pagamos um ano de aluguel adiantado!
Aqui os contratos de aluguel valem por 4 anos, renováveis por mais 4 anos. Todo ano se paga por uma taxa de registro. Ter um contrato regular é importante para poder ter a residência naquele endereço, pois todos os benefícios aos quais um cidadão tem direito, como saúde, escola, etc, partem da obtenção da residência.
Quando decidimos vir para Perugia, havíamos feito uma pesquisa nos preços dos aluguéis na Itália. Excluímos as regiões meridionais (ao sul de Roma), que têm alta taxa de criminalidade e poucas ofertas de trabalho. Roma é belíssima, mas caríssima. Um apartamento como o meu em uma zona não muito central custa em torno de 1.300 euros ao mês. Em Perugia se encontram apartamentos de 70 metros quadrados com dois quartos e todo mobiliado por 550 euros mensais. No norte existe mais desenvolvimento econômico, mas os preços são mais altos.
Quanto à documentação para obter um contrato de aluguel, para quem é estrangeiro é necessário o "permesso di soggiorno" que é emitido pela Policia Federal . Para consegui-lo, é necessário fazer o pedido em até sete dias da chegada ao país e apresentar a comprovação do motivo da permanência no país, que pode ser por estudo, trabalho, reunião familiar ou para obtenção do reconhecimento da cidadania italiana.
No nosso caso foi mais simples pois meu marido tinha a cidadania e bastou apresentar o passaporte italiano para fazer o contrato.
Quando fui alugar o segundo apartamento já conhecíamos algumas pessoas que nos colocaram em contato direto com o proprietário, eliminando a agência imobiliária, o que nos fez economizar uma mensalidade . Normalmente é assim, quando se vai assinar o contrato o locatário deve ter em mãos 4 mensalidades: 1 para o mês corrente, 2 de garantia para o proprietário que serão devolvidas no final do contrato e 1 para o agente imobiliário. No momento de assinar é importante ler com atenção, principalmente no que se refere ao aviso prévio no caso de interrupção de contrato. O correto são 3 meses de antecedência, mas muitas vezes o proprietário coloca até 6 meses, que se não forem cumpridos, devem ser pagos. Se for mobiliado, será necessário assinar uma lista com tudo o que tem na casa, e é melhor assinar depois de conferir tudo ao vivo e a cores.
Uma coisa interessante daqui é que os prédios não têm portaria, por isso as taxas de condomínio em geral, são baixas ( 15 a 30 euros), pois se referem a serviços de limpeza das escadas e manutenção dos elevadores. Se a taxa for alta, deve estar incluído o aquecimento central.
Uma outra dica é: não se deixe enganar pelo charme dos centros históricos. Morar em um prédio do renascimento é bacana, mas é preciso saber qual o estado real da estrutura e das instalações de água, luz e gás. Prédios novos são mais garantidos.Você toparia alugar um apartamento como estes do "Ponte Vecchio di Firenze"? ( foto: Carlos Rizzotti)


22 comentários:

  1. Mariangela,

    Aqui em Firenze voce nao consegue alugar um apartamento com dois quartos por 500 euros nao! Aqui o aluguel è olho da cara, provavelmente mais caro do que Roma. Com 500 euros vc consegue alugar um quarto singole ou juntando um pouco mais, um monolocale.

    Eu nao sabia que aqui tem que pagar uma mensalidade para a imobiliaria!

    Um abraço pra ti!

    Ah.... Eu nao moraria no Centro Historico de Firenze nao... nem pensar!!!!

    ResponderExcluir
  2. Cris,
    Eu sei que em Firenze infelizmente aluguel nao é brincadeira, e esse foi um dos motivos que me fez escolher uma outra regiao, porque se dependesse da minha vontade... eu teria ido morar aì! Sou apaixonada por esta cidade!( eu e a torcida do Flamengo, nè?)Aqui na Umbria é bacana, mas é bem mais bucòlico, tem arte também, mas nao é a vocaçao principal.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Aqui em Roma... é muitoooo caro. Meus amigos que sao estudantes, pagam de 350 a 500 euros por um quarto ou para dividir um quarto....

    Aproveito para dizer, que coloquei o blog na lista dos meus amigos da "Bota"!
    Tanti saluti!!!
    Gi, Roma

    ResponderExcluir
  4. QUERIDA CRIS
    OLHA A MUITO TEMPO BUSCO ALGUMA INFORMAÇÃO
    COMO IR E, COMO FAZER PARA ALUGAR E MORAR EM ITALIA 3 MESES APENAS.
    ASSIM ESTUDAMOS UM POUCO A LINGUA E MINHA
    MAE É RESTAURADORA.
    APROVEITARIA PARA FAZER UM CURSOS
    SO FALO INGLES E PORTUGUES..
    ENFIM PODE ORIENTAR NOS.?
    ACHEI O MAXIMO SUA AVENTURA E DE SUA FAMILIA.
    CORAGEM ISTO SIM,,,
    SOMOS PAULISTANAS TEMOS ALGUMAS ECONOMIAS E TENHO FERIAS VENCIDAS E
    MINHA MAE TRABALHA POR CONTA.

    A REGIÃO NAO IMPORTA, PORTANTO
    QUE SEJA BONITA SEM TANTOS CRIMES...
    POIS BASTA S,PAULO.
    PENSO QUE ESTA REGIÃO DE PERUGIA DEVE SER LINDA .
    ABRAÇOS LUYSE E GEORGIA...
    ESCREVA NOS GRATA.
    EMAI luyvieiravieira@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. Cara Mariangela,
    meu nome é Testa Gilberto e sou um "ilustre desconhecido", cidadão italiano, de porto alegre/rs...encontrei o teu blog via google e gostaria de te parabenizar pelo "serviço" serviço que prestas ao postares informações desta natureza como "alugar uma casa na itália"...parece-me que todos os sites que consultei estão voltados para a comercialização e não para a orientação...assim, se me permitires, farei visitas frequentes ao teu site e eventualmente solicitarei alguma informação que, eventualmente, esteja ao teu alcance fornecer....obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O avô de minha esposa era o TESTA CARLO de Firenze. Gente fina.
      Abraços
      Marisa Rubbo/Roberto Colacioppo

      Excluir
  6. querida Mariangela

    penso que as suas informaçoes sao vagas, pois pra alugar un apartamento na Italia em qualquer regiao, neste caso, ou a pessoa precisaria di ajuda de alguem que ja mora aqui, ou deveria falar muito bem o italiano, ou ler muito bem o italiano, porque deveria ou comprar, os jornais ou revista e conversar pelo telefone com os proprietarios,ou ir nas agencias, penso que voce ajudaria dando mais informaçoes " praticas".La mia sigla è CVL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá a uma IMOBILIARIE e será muito bem tratada e informada.
      A Itália tem 28 regiões e muitas ilhas. Primeiro leia o guia 4 rodas, escolha a cidade e vá. Dá certo. Seja feliz. Marisa/Roberto

      Excluir
  7. maria angela lindo texto esclarecedor.estou angustiada quero ir estudar mas tenho animais.vc sabe alguma dica moradia que aceitem animais ( gatos) grata bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ....se não for por muito tempo pode deixar com minha cunhada....

      Excluir
  8. Mariangela, estou a procura de informações sobre moradia e trabalho na Italia. Tenho cidadania, eu e meu esposo pensamos na possibilidade de morar e trabalhar por ai, porém temos 2 filhos e nos preocupamos com isso. Gostaria de mais informações, se puder ajudar ficaria muito grata. e-mai: michellipsique@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça os passaportes. Validade:10 anos

      Excluir
  9. Cara Mariangela, estou a procura de informações sobre moradias para alugar por 2 anos ou mais, no campo ,mas perto do mar, uma casa com caracter italiano com espaço em volta da casa para fazer refeições, uma mini quinta florida é o nosso sonho. Adoro a Toscana, somos reformados e temos 3 cães.Adoro Perugia, Viarégio meu marido adora, Lago de Puccino, toda essa Zona. Que temos que fazer? Talvez ir de férias alguns dias, e necessitava da sua ajuda para contactar com proprétarios, porque assim pago menos uma mensalidade. Meu email : leticiampm@gmail.com e vivemos no Algarve, perto de Olhão, a 5 km das Praias. Já agora lhe peço um favor, se souber de um casal, ou outras pessoas nós alugamos para férias um quarto da minha vivenda com piscina, é uma casa familiar, tem o convivio denossa familia e os meus 3 cães.OBRIGADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já tem a solução, é só procurar, 'ao vivo' o que quer.
      Seja feliz. Marisa/Roberto

      Excluir
  10. ola a todos,

    sou brasileiro e em 2009 comecei meu processo de cidadania na italia....visto a dificuldade em alugar a breve periodo um quarto ou casa aqui na italia e nao poder pegar a residencia...desde algum tempo estou colocando um quarto da minha casa aqui na cidade de Pistoia, em Toscana, para aluguel e proporcionando a possibilidade de pegar residencia na mesma...tambem posso fazer acompanhamentos para quem nao fala italiano e fazer o serviço de interprete...
    interessados favor escrever ao victorpelles@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Cara Mariângela, obrigada por estar nos ajudando com este Blog. Mas todos comentam sobre recem chegados à Italia para morar, tratando-se de gente jovem, (casais, solteiros), mas eu pergunto: e nós aposentados?brasileiros que já temos cidadania Italiana? que recebemps um contracheque da Previdência. Como alugar um apartamento? E se quiser fazer um contrato transitório? Podemos? Desde já agradeço a resposta. Abraços. Roseli

    ResponderExcluir
  13. Da.Roseli. A sra já tem a cidadania. O contrato é simples quando se tem o passaporte italiano, como já foi dito acima. Entre em conssanpaolo.esteri.it/servizi/passaporti/prenotamento/agende a data (30 dias mais ou menos) e com o passaporte italiano e uns euros boa viagem e more na Italia. Perugia é cidade média mas boa. Felicidades.Marisa/Roberto

    ResponderExcluir
  14. o difícil e tomar a decisão.....o resto vai resolvendo com interêsse, como fez o casal 'dono' no blog MACARRÃO: DIA / PIZZA: NOITE / VINHO / SORBETO / GELLATO / DOLCE / MOTO / BICI / TRENO / MARE / MONTAGNE / LAGUI / CINQUECENTO / LANCIA / CINEMA / TEATRO / CALCIO / TENNIS / LIBRERIE / CAFFÈ / SEGGIOVIE . . . . . . . . . COMPLIMENTI M A R I À N G E L A e famiglia. marisa/roberto

    ResponderExcluir
  15. Peruggia: Università della Lingua Italiana

    ResponderExcluir